Depressão e Suicídio na Adolescência

Crenças de desvalorização podem remeter a pensamentos suicidas.

As crianças e adolescentes depressivos e com ideação suicida geralmente possuem perspectivas pessimistas quanto ao futuro, acreditando que tudo pode dar errado. Desta forma, há uma generalização de eventos negativos, os quais são evidenciados e utilizados como evidência de distorção, onde passam a "prever" resultados fracassados.Muitas vezes essas distorções dizem respeito ao próprio indivíduo , sempre fazendo uma associação negativa de si, fortalecendo o esquema de desvalor. Nesse caso, pode haver muita culpabilização relacionada a eventos externos.

A possibilidade de enxergar algo positivo passa se extinguir, trazendo uma sensação de "bola de neve", como se uma onda de pessimismo tomasse conta de suas vidas, trazendo uma visão cinza da vida. De repente a aula de ballet não é mais tão interessante, o futebol perdeu a graça, e até os passeios não fazem mais sentido.

A anedonia ocorre na depressão quando a criança ou adolescente não apresenta mais o interesse em atividades que costumavam gostar. O tédio então passa a dominar o indivíduo, dando espaço a apatia. Em alguns casos de depressão na infância e adolescência, a distração pode vir associada ao diagnóstico. Isto ocorre possivelmente devido a frequentes diálogos internos, nos quais o indivíduo se vê cercado de tal modo que até mesmo uma simples decisão passa a ser uma tarefa muito difícil.

O retraimento social também pode ser um sintoma da depressão, bem como a irritabilidade, fadiga, choro frequente, baixo rendimento escolar, apatia, dentre outros. É preciso estarmos atentos a cada sinal que nossos jovens podem apresentar.

Psicóloga Carolina Ramos

Todos na luta contra o suicídio na infância e adolescência!

#PsicólogaInfantil #Psicologia #Adolescentes

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Instagram Social Icon